DUMBO 2
Licensed Real Estate Agent

Thyago Raposo

D.U.M.B.O – A melhor vista de Manhattan.

D.U.M.B.O., Brooklyn, New York

DUMBO 1

 

Nova York é uma cidade que ferve, sempre cheia de novidades e tendências e, de temos em tempos, uma nova região se recicla e se torna a queridinha por moradores e turistas. Isso já aconteceu com Lower Manhattan, Soho, Chelsea, Tribeca, Meatpacking District, e nos últimos anos essa tendência tem migrado para o bairro do Brooklyn, mais especificamente para uma região conhecida como D.U.M.B.O.

D.U.M.B.O é uma abreviação para “Down Under Manhattan Bridge Overpass” porque é uma região de passagem que, como o próprio nome indica, fica… embaixo da Manhattan Bridge.. Até uns anos atrás, essa região era conhecida por ser uma área de fábricas e apenas habitada na sua maioria por artistas que buscavam um lugar mais barato e alternativo para morar. Hoje, além da visão espetacular de Manhattan, ela é marcada por inumeras atrações.

Considerado o “futuro SoHo” por muitos novaiorquinos, o bairro é uma comunidade artística com uma energia de altíssimo astral que perdura pelas 24 horas do dia. Localizado ao pé da Ponte do Brooklyn e há poucos minutos do centro de Manhattan, a vizinhança tem milhões de metros quadrados de espaço que abrigam edifícios de referência mundial, uma história vibrante e vistas maravilhosas.

Hoje, o local está repleto de galerias de artes, empresas de tecnologia e apartamentos de luxo. Seus moradores são jovens que deixaram Manhattan para residir em uma região mais tranquila, próxima de downtown e com os mesmos benefícios de transporte público, acessibilidade, coisas para fazer e etc., tudo isso, há menos de 10 minutos de Manhattan.

Imóveis em D.U.M.B.O.

A região está valorizando a cada dia. Um dos apartamentos mais caros de Nova York, inclusive, fica nesta região. David Walentas transformou uma antiga fábrica de papelão, construída originalmente em 1915 e que possuía uma bela torre de relógio, em um belíssimo triplex mantendo os 4 relógios da torre na decoração. Desde 2013 estava tentando encontrar um comprador que aceitasse pagar US$ 18 milhões no imóvel. Na última primavera encontrou alguém que pagasse US$ 15 milhões. Contudo, ainda é possível encontrar boas opções de imóveis com preços mais próximos à realidade da maioria das pessoas.